Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Meta

Privacidade Tem Preço? Meta Acha que Sim e Quer Cobrar US$ 14 por Ela! Entenda

Frank Nozalski
Escrito por Frank Nozalski em 5 de outubro de 2023
2 min de leitura
Privacidade Tem Preço? Meta Acha que Sim e Quer Cobrar US$ 14 por Ela! Entenda
Conteúdo selecionado

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Então jovens, parece que a Meta (você sabe, a empresa que costumava ser o Facebook) está pensando em cobrar uma taxa mensal para que possamos usar o Facebook e o Instagram sem sermos bombardeados por anúncios. Mas a grande preocupação é a nossa privacidade.

Nossos amados feeds de gatos e selfies de banheiro podem ficar livres de anúncios por apenas US$ 14 a US$ 17 por mês, o equivalente a um combo especial de hambúrguer gourmet por mês. Foi o que disse o Wall Street Journal. É uma abordagem bem parecida com a do YouTube Premium.

“Pague para Postar” – A Nova Era do Instagram e Facebook?

Privacidade Tem Preço? Meta Acha que Sim e Quer Cobrar US$ 14 por Ela! Entenda

A ideia é intrigante, mas também um pouco polêmica. Aparentemente, a Meta está tentando descobrir uma maneira de se esquivar das regras da GDPR, que é a regulamentação da União Europeia sobre a privacidade de dados online. Eles estão basicamente dizendo: “Ei, se você não quiser que rastreemos seus dados para publicidade, basta pagar uma taxa mensal e pronto!”

Siga o Jovem Digital no Google Notícias

A Grande Controvérsia

Claro, isso tem causado uma certa agitação. Primeiro, porque é um pouco estranho pensar em pagar para usar o Facebook e Instagram, certo? Quem quer pagar para ver a foto do almoço da tia ou os milhares de stories das blogueiras? Além disso, o conteúdo é gerado por nós, os usuários, não pela Meta. Então, por que deveríamos pagar por algo que estamos criando?

Meta Quer Cobrar US$ 14 por Facebook e Instagram sem Anúncios. | Jovem Digital

Privacidade: Um Luxo Que Custa Caro?

O grupo noyb, defensor da privacidade online, comparou essa estratégia da Meta com a de veículos de notícias que cobram por acesso sem anúncios. Mas há uma grande diferença: nos jornais e revistas, a taxa é usada para financiar a produção de conteúdo. No Facebook e Instagram, nós, os usuários, somos os produtores de conteúdo e não recebemos um centavo por isso.

A Meta está hesitante em oferecer aos usuários a opção de desativar o rastreamento, porque sem isso, eles não podem veicular anúncios direcionados. Se eles realmente seguirem adiante com essa opção “pague ou aceite”, podemos estar à beira de uma batalha judicial muito interessante: o nosso direito fundamental à privacidade tem um preço?

Meu Comentário Final

Bem, pessoal, aqui está a minha opinião: embora a ideia de um Instagram e Facebook livres de anúncios seja atraente, a ideia de pagar por isso é um pouco difícil de engolir. Afinal, nós somos os criadores do conteúdo que torna essas plataformas atraentes. E, embora a privacidade seja certamente valiosa, talvez seja hora de as empresas de tecnologia encontrarem maneiras de proteger nossa privacidade sem nos cobrar por isso. O que vocês acham? Deixem seus comentários abaixo!

Leia mais sobre as atualizações da Meta no Jovem Digital: Meta

Privacidade Tem Preço? Meta Acha que Sim e Quer Cobrar US$ 14 por Ela! Entenda
TAGS:

Fala Jovem,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *